Em Belvedere, Wolfenson reúne fotografias de locais turísticos abandonados, decadentes ou apenas vazios. A memória e o olhar do fotógrafo aproximam arquiteturas de diferentes partes do mundo, revelando uma espécie de nostalgia de um promissor futuro não realizado.

96 pgs